Empresários presos na Operação Calvário têm habeas corpus negado por ministra do STJ

0
106

A ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Laurita Vaz, negou pedido liminar de habeas corpus e decidiu manter os empresários Marcio Nogueira Vignoli e Hilário Ananias Queiroz Nogueira, indicados como responsáveis pela Conesul Comercial e Tecnologia Educacional Eireli presos. Eles foram alvos de mandado de prisão preventiva no âmbito da Operação Calvário na última terça-feira (17).

A decisão da ministra Laurita Vaz foi tomada na noite desta quinta-feira (19). Segundo o que foi apurado pelo ClickPB, além de não conceder a liminar, ela também determinou a requisição de informações e após isso, determinou vistas ao Ministério Público.

Marcio Nogueira Vignoli e Hilário Ananias Queiroz Nogueira são apontados como integrantes do núcleo econômico investigado na Operação Calvário.

Comentários