Vereador Damásio Franca apresenta voto de aplauso ao humorista Rafael Cunha por fazer 1º show inclusivo da Paraíba

0
44

O vereador de João Pessoa, Damásio Franca (PP), apresentou, nesta terça-feira (3), um voto de aplauso na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) ao humorista Rafael Cunha, conhecido como Vigarista, por utilizar recursos da intérprete de libras em seu último show realizado no dia 29 de novembro, no Teatro A Pedra do Reino, nesta capital. O voto foi aprovado.

Damásio justificou o voto dizendo que o espetáculo de stand-up comedy intitulado de “Casem, é ótimo!” que, além de ter sido garantida a diversão e muitas risadas, o artista, inovou com o acréscimo de um intérprete de libras, o que tornou seu show acessível para aqueles que são pessoas com deficiência e necessitam de tais recursos. Essa é a primeira vez que um evento disponibiliza o tradutor de libras.

“É notório a eficácia da Lei de nº 13.517/2017 de nossa autoria. Portanto, tal iniciativa é louvável e merece todo apreço para que ideias como esta, tragam maior qualidade de vida aos nossos munícipes e melhores condições de independência as pessoas com deficiência, e que sejam sempre fomentadas e apoiadas pelos poderes públicos. Com muita satisfação escutamos uma demanda em 2016, transformamos em Projeto de Lei. Em 2017 o prefeito sancionou”, falou o vereador.

O parlamentar ressaltou que foi procurado por pessoas com deficiência que agradeceram a iniciativa. “Vivemos um momento político muito difícil, mas a política sendo feita de maneira correta é a arte mais bonita de mudança na vida das pessoas. Fazer um Projeto de Lei que permite a inclusão social e ele ser colocado em prática é ver que nosso mandato está valendo a pena e rendendo frutos”, declarou.

Durante o discurso, Damásio Franca fez um balanço de suas atividades enquanto presidente da Frente Parlamentar da Acessibilidade na Câmara Municipal e seus projetos para inclusão de pessoas com deficiências. O pronunciamento ocorreu nesta terça, no Dia Internacional da Pessoa com Deficiência.

LEI

Damásio Franca explicou que a Lei 13.517 foi uma demanda de seu mandato e estabelece normas visando a garantia de acessibilidade às pessoas com deficiência auditiva na exibição de filmes nacionais e estrangeiros, animações, espetáculos e peças teatrais em salas de cinema e de teatro no Município. A norma prevê a utilização de legendas ou de intérprete de Língua Brasileira de Sinais (Libras) nessas apresentações.

 

 

Comentários