Em carta renúncia, Sales Júnior deixa comando da Prefeitura de Patos e Presidência da Câmara

0
23

O então prefeito interino de Patos e presidente da Câmara Municipal, Sales Júnior, divulgou carta renúncia em diz que sentir “impotência” de “dotações orçamentárias” em algumas secretarias e que isso inviabiliza o bom andamento dos trabalhos da administração pública.

Ele protocolou pedido de renúncia do cargo de presidente da Câmara e, consequentemente, de prefeito interino, nesta terça-feira (20). Sales Júnior assumiu a Prefeitura de Patos em 6 de abril deste ano, após renúncia do interino Bonifácio Rocha, que estava sucedendo Dinaldinho Wanderley, até então afastado da titularidade da função, após ser alvo de investigação.

Na carta, Sales Júnior fez um balanço do trabalho desenvolvido enquanto esteve à frente da Prefeitura de Patos, agradeceu à equipe de secretários e coordenadores, aos deputados Hugo Motta, Nabor Wanderley, e ao Governo do Estado pelas parcerias firmadas dentro das possibilidades.

“Sinto-me com o sentimento de impotência, não pelo clima de instabilidade política e jurídica, mas devido à ausência de dotações orçamentárias já em algumas secretarias, a exemplo da Secretaria de Serviços Públicos, Infraestrutura e comprometendo o pagamento de servidores conforme informou nossa contabilidade através de alerta, e por isso, não podendo mais seguir adiante sem autorização legislativa como determina o Tribunal de Contas do Estado da Paraíba”, afirmou Sales Júnior, na carta.

Sales dirigiu-se à presidente interina da Câmara Municipal e a todos os patoenses renunciando ao comando do Legislativo, saindo da linha sucessória ao cargo de prefeito de Patos.

Comentários