Agente assassinado tinha enterrado a mãe 24 horas antes de ser morto, em João Pessoa

0
3553

Será enterrado nesta segunda-feira (24), no cemitério Senhor da Boa Sentença, o corpo do agente penitenciário José Derlano Silva Bezerra, de 30 anos, que foi assassinado na tarde desse domingo (23), durante um assalto no bairro de Tambiá, em João Pessoa.

A família informou que o agente foi morto quando caminhava para casa. Ele estava de folga e se recuperava depois de ter perdido a mãe na sexta (21). Ela morreu vítima de um infarto e o corpo foi enterrado no sábado (22), 24 horas antes do agente ter sido morto com um tiro na cabeça.

O secretário de Administração Penitenciária, Sérgio Fonseca, informou que o agente estava há 7 anos trabalhando no Presídio da Média, em Mangabeira, e cursava o último ano do curso de odontologia. O gestor disse ainda que Derlano era um agente dedicado.

Crime

O agente caminhava pela rua às 13h12 do domingo quando dois bandidos em uma motocicleta se aproximaram. Um dos criminosos desceu da moto, rendeu Derlano, mas ele reagiu segurando o braço do assaltante armado.

O assaltante percebeu que o agente estava armado e conseguiu balear ele, que morreu no local. O criminoso revistou a vítima para tirar objetos do bolso e roubou celular e arma.

NOTA DE PESAR da SEAP!

É com profundo pesar que o Secretário de Estado da Administração Penitenciária da Paraíba, Sérgio Fonseca, vem a público lamentar a morte trágica do Agente de Segurança Penitenciária, José Derlano Silva Bezerra, ocorrida na tarde deste domingo, vítima de um suposto assalto. O Secretário se solidariza com a dor da família do Agente Derlano, com apenas 30 anos e lotado na Penitenciária Média, em João Pessoa. Sérgio Fonseca afirma que a categoria está em luto e toda a Seap reconhece o compromisso do Agente Derlano que honrou sua missão. João Pessoa, 23 de junho de 2019.

 

Comentários