Ex-jogador do Vasco morre em acidente de moto no Rio de Janeiro

0
1193

O atacante Thalles Lima de Conceição Penha, de 24 anos, morreu, na manhã deste sábado (22), após um acidente na Avenida Almirante Pena Boto, no bairro Monjolos, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio. Além de Thalles, outra pessoa morreu e três ficaram feridas.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o acidente ocorreu após uma batida entre duas motos, que atropelaram outras pessoas. As vítimas foram levadas para o Hospital Estadual Alberto Torres. Segundo testemunhas, o jogador estaria voltando de um baile funk na comunidade da Cerâmica.

No hospital, o pai e tios do atleta reclamaram da demora no atendimento às vítimas.

“O socorro demorou muito a chegar. Chegaram a nos falar que iriam chamar um helicóptero, o que não aconteceu. Os bombeiros também demoraram demais para saírem do local do acidente até o hospital – foi coisa de uma hora, uma hora e meia. Isso nos deixa muito revoltados”, afirmou Jorge da Conceição, tio de Thales.

Atacante cedido à Ponte Preta

Thalles foi revelado pelo Vasco da Gama, mas atualmente estava emprestado à Ponte Preta. Em nota, o Vasco lamentou a perda do atleta.

“Ainda chocados com a notícia do acidente, lamentamos profundamente o falecimento do atacante Thales Lima de Conceição Penha. Desejamos muita força aos familiares e amigos neste momento difícil”.

A Ponte Preta também lamentou a morte do atleta. “De maneira triste e consternada, a Ponte Preta recebeu na manhã deste sábado (22) a notícia da morte do atacante Thalles, em um trágico acidente. Neste momento de dor, nos solidarizamos com familiares e amigos. Nossos corações e nossas orações estão contigo, Thalles!”, disse o clube, em nota.

O atacante começou na base do Vasco e ganhou espaço no elenco principal a partir de 2013. Em cinco temporadas pelo clube carioca, disputou 154 jogos e fez 36 gols. No ano passado, foi emprestado ao Albirex Niigata, onde marcou seis vezes em 41 partidas. Em janeiro desse ano, o atacante foi cedido à Ponte Preta.

Comentários