TCE questiona gasto de mais de R$ 1,2 milhão da prefeitura de CG

0
36
Serviceman

O Tribunal de Contas do Estado intimou a gestora da Saúde na prefeitura de Campina Grande, Luiza Pinto, a prestar esclarecimentos sobre o gasto de R$ 1.200.000,00 com contratação de empresa para fazer manutenção da frota de veículos que estão a disposição da pasta.

A empresa ‘Ticket Serviços S.A’ foi contratada para “prestação de serviços de administração/gerenciamento compartilhado de frota de veículos de forma continuada junto a rede postos de abastecimentos com controle de aquisição de combustíveis (gasolina comum e aditivada, óleo diesel comum e etanol comum e aditivado, óleo lubrificante e filtros), visando a fiscalização financeira e operacional dos mesmos, através de implantação e operação de um sistema tecnológico informatizado e integrado de gestão, abrangendo logística, cadastramento e controle por meio de cartões magnéticos para atender a frota de veículos próprios e locados, bem como outros que vierem a ser incorporados a frota da Secretaria Municipal de Saúde de Campina Grande-PB”.

A empresa distribuiu em média 200 cartões magnéticos para a Secretaria de Saúde e irregularidades na gestão dos recursos foram denunciadas pela usuária Joseneide da Mata Silva ao TCE.

 

Comentários