CRM-PB determina interdição de trabalho de médicos na UPA de Cruz das Armas

0
27

O Conselho Regional de Medicina (CRM-PB) interditou o trabalho dos médicos na UPA de Cruz das Armas. O Conselho fez uma fiscalização na unidade de saúde nesta segunda-feira (13) e constatou várias irregularidades que impedem o trabalho dos médicos.

De acordo com o auto de interdição, os médicos não poderão mais trabalhar a partir da meia-noite desta terça-feira (14).

Foi constatada falta de segurança, risco de agressão a médicos e à equipe de enfermagem, falta de insumos, principalmente medicamentos, escala médica incompleta e não atendimento à notificação do CRM. A prefeitura foi notificada e recebeu um prazo de 10 dias para regularização da situação, mas não solucionou os problemas.

“O foco da nossa interdição foi o risco dos profissionais médicos serem agredidos. Algumas médicas, inclusive, estavam levando os seus maridos para tomarem conta delas por causa do risco de serem agredidas”, disse João Alberto, diretor de fiscalização do CRM em entrevista ao ClickPB.

De acordo com o CRM, a segurança existente na UPA é apenas guarda patrimonial. “Só querem saber de tomar conta do prédio. Então, nós queremos que tenha a mesma condição de poder garantir a segurança das pessoas que trabalham ali”.

Click PB

Comentários