Deputados derrubam projeto que desobrigaria afixação de cartazes contra homofobia na PB

0
409

Os deputados estaduais da Paraíba derrubaram o Projeto de Lei proposto por Wallber Virgulino desobrigando a afixação de cartazes contra a homofobia em estabelecimentos comerciais. A matéria chegou ao plenário da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) no fim da manhã desta terça-feira (09) e foi reprovada por maioria.

Somente quatro deputados estaduais votaram a favor da aprovação do projeto, que foram: Moacir Rodrigues, Eduardo Carneiro, Cabo Gilberto e o autor da propositura, Wallber Virgolino.

A propositura levantou discussões na Casa Legislativa, tanto por quem era a favor quanto por quem era contra. Mais cedo, o deputado Wallber Virgolino havia sustentado que a intenção do seu projeto de lei era totalmente jurídica. Ele considera que a afixação dos cartazes é inconstitucional.

“Minha intenção é promover a isonomia uma vez que existem outras minorias que não foram abarcadas pela legislação, existe a livre iniciativa particular do empresário que também está sendo violada”, considera o deputado Wallber.

No ano de 2017, a Assembleia Legislativa da Paraíba havia aprovado o Projeto de Lei, de autoria de Anísio Maia, obrigando a afixação dos cartazes em estabelecimentos comerciais informando que “discriminação por orientação sexual e identidade de gênero é ilegal e acarreta mula”.

Comentários