Dez postos e 5 PSFs são interditados pelo CRM em Santa Rita

0
63
O Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) interditou eticamente mais cinco unidades do Programa de Saúde da Família (PSFs) da cidade de Santa Rita. Na última sexta-feira (18), dez postos do município foram interditados após uma vistoria do Departamento de Fiscalização do conselho encontrar diversas irregularidades, como problemas de infraestrutura nos prédios, falta de profissionais, medicamentos, insumos e equipamentos, entre outros.
De acordo o diretor do Departamento de Fiscalização do CRM-PB, João Alberto de Moraes, as unidades foram interditadas eticamente por não apresentarem qualquer melhoria desde a última vistoria, realizada no início de agosto. “Notificamos a Prefeitura e apresentamos na Câmara de Vereados uma série de fotos que retratam o caos que encontramos nas vistorias. Porém, até o momento nenhuma providência foi tomada para sanar os problemas”, explicou o diretor.
João Alberto disse ainda que até sexta-feira (25) serão fiscalizados os demais postos de saúde da cidade e novas interdições podem ser feitas. “Das 16 unidades que visitamos desde a semana passada, 15 tiveram que ser interditadas. Santa Rita tem em torno de 40 PSFs e a situação encontrada das unidades em agosto era bastante precária”, ressaltou.
As interdições éticas realizadas pelo CRM-PB impedem o médico de atuar nas unidades de saúde. “É um risco para o médico exercer a medicina sem a mínima condição de trabalho, como equipamentos enferrujados, falta de material para exames, sem condições de fazer higienização adequada, entre outros tantos problemas que encontramos nas fiscalizações. Ao mesmo tempo, os pacientes precisam ter o mínimo de estrutura, equipamentos e insumos para serem bem atendidos pelos profissionais”, destacou João Alberto.
De acordo com o diretor, as principais irregularidades encontradas nas unidades são: consultórios sem aparelhos de pressão e estetoscópio; falta de negatoscópio; pias sem sabão e toalhas; falta de cadeiras em algumas unidades visitadas; falta de manutenção predial; mesas para exames sem conservação, com ferrugem, e seus colchonetes e revestimentos rasgados; ausência de médicos; higiene e iluminação precárias; falta de laboratório de referência para a realização de exames citológicos; medicamentos vencidos; e ausência de esterilização (autoclave).
O CRM-PB já encaminhou ao Ministério Público de Santa Rita um relatório com as informações sobre as condições das unidades de saúde. O mesmo documento também será enviado para o Ministério da Saúde e para Procuradoria da República na Paraíba.
Lista de unidades interditadas
23 de setembro
Unidade de PSF Farm Antonio Azevedo
Unidade de PSF Maurice Van Woensel
Unidade de PSF Odon Leite
Unidade de PSF Padre Paulo Koellen
Unidade de PSF Vidal de Negreiros
18 de setembro
USF Marcos Moura I
UBSF Marcos Moura II
UBSF Marcos Moura III
USF Jardim Europa I
PSF Dr. Teixeira de Vasconcelos
UBSF Maria de Lourdes Alves de Assis
UBSF Irmã Cacilda
PSF Sol Nascente
PSF Ivone Morais
PSF Padre Malagrida II

 

Comentários