Preço do quilo do feijão tem alta e variação chega a 54% nos supermercados da Capital

0
120

A dobradinha arroz com feijão, que está na mesa da maioria dos brasileiros praticamente todos os dias registrou uma elevação no preço, que apenas em janeiro de 2019 teve aumento de 16%. Segundo pesquisa da Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor divulgada nesta quarta-feira (20), a maior oscilação pertence ao quilo do feijão preto Kicaldo, com preços entre R$ 6,45 (Latorre – Torre) e R$ 9,99 (Manaíra – Manaíra), diferença de R$ 3,54.

O feijão, está apresentando uma variação nos preços de até 54,88% nos supermercados na Capital.

O levantamento foi realizado em 11 estabelecimentos da Capital e traz preços de 40 itens. Outra grande diferença de valores ficou com o feijão carioca Turqueza, R$ 3,41, com preços entre R$ 7,49 (Carrefour – Bessa) e R$ 10,90 (Hiper Bompreço – Bessa); feijão carioca Urbano, R$ 3,11, com preços entre R$ 7,39 (Santiago – Torre) e R$ 10,50 (Hiper Bompreço – Bessa).

O Procon-JP realizou a pesquisa de preços nos seguintes supermercados: Assaí Atacadista – Geisel); Atacadão Atacadista (Água Fria); Santiago e Latorre (Torre), Carrefour (Bessa), Manaíra (Manaíra), Pão de Açúcar e Extra (Epitácio Pessoa), Hiper Bompreço (Bessa), Super Box Brasil (Geisel) e Bemais (Bancários).

Comentários