Paraibano preso nos Estados Unidos é condenado a 20 anos de prisão por abuso sexual

0
157

O paraibano Rafael Di Lorenzo Neto foi condenado a 20 anos de prisão em julgamento na comarca de Orange, região metropolitana de Orlando, nos Estados Unidos. A condenação aconteceu pela prática de abuso sexual infantil no estado da Flórida.

O réu esteve sob julgamento na tarde desta segunda-feira (28). Os primeiros dez anos da pena deverão ser cumpridos em regime fechado, de acordo com a sentença. Já a segunda parte da pena poderá ser cumprida no departamento de imigração ou ainda poderá ser feita a sua deportação para cumprir o restante da pena em regime mais brando no Brasil.

A justiça determinou ainda que Rafael Di Lorenzo Neto está proibido de se aproximar da vítima ou da família, deixando a cargo da justiça norte-americana informar a família sobre quaisquer mudanças, transferências ou até mesmo a libertação do preso. Ele também foi incluído na lista de predadores sexuais.

No dia 23 de agosto de 2017, o comerciante paraibano Rafael Di Lorenzo Neto, foi preso no Texas, acusado de moléstia e abuso sexual praticados contra uma criança de oito anos no estado da Flórida, nos Estados Unidos. Neste período, o criminoso foi mantido preso, no condado de Orange, na Flórida, e esgotou todos os recursos da defesa.

Comentários