Procurador-Geral de Justiça empossa mais 17 integrantes da sua equipe da gestão 2015/2017

0
109

Em solenidade realizada na Sala de Sessões do edifício-sede do Ministério Público da Paraíba (MPPB), em João Pessoa, o procurador-geral de Justiça Bertrand de Araújo Asfora empossou, na manhã desta terça-feira (15), mais 17 integrantes de sua equipe de membros (procuradores e promotores de Justiça) que irá atuar na sua segunda gestão à frente da instituição, que se iniciou no último dia 29 de agosto. Outros onze deverão tomar posse nos próximos dias.

 

Na Assessoria Técnica do procurador-geral de Justiça tomaram posse os promotores de Justiça João Manoel de Carvalho, Luís Nicomedes de Figueiredo Neto, José Guilherme Soares Lemos, Maria Salete de Araújo Melo Porto e Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho. Para completar a equipe de assessores, ainda tomará posse em outro momento a promotora de Justiça Anita Bethânia Silva da Rocha.

 

A procuradora de Justiça Kátia Rejane de Medeiros Lira Lucena tomou posse como coordenadora do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça Criminais e das Execuções Penais (Caocrim). Já os promotores de Justiça Osvaldo Lopes Barbosa e Cláudia Cabral Cavalcante assumiram, respectivamente, a coordenação do Caop da Cidadania e dos Direitos Fundamentais, e do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça (Caop) de Defesa do Meio Ambiente e dos Bens de Valor Artístico, Estético, Histórico, Urbanístico e Paisagístico.

 

Também foram empossadas as promotoras de Justiça Paula da Silva Camillo, no Caop de Defesa da Saúde; Soraya Soares da Nóbrega Escorel, no Caop de Defesa da Criança e do Adolescente; e Adriana de França Campos, no Caop das Promotorias de Justiça Cíveis e de Família. O promotor de Justiça José Raldeck de Oliveira passou a responder pela coordenação do Caop de Defesa do Patrimônio Público. Nos próximos dias, ainda serão empossados os promotores de Justiça José Leonardo Clementino Pinto e Ana Carolina Coutinho Ramalho, respectivamente na coordenação do Caop de Defesa do Consumidor e do Caop de Defesa da Educação..

 

A Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e Improbidade Administrativa (Ccrimp) teve empossados os promotores de Justiça Clístenes Bezerra de Holanda (coordenador), João Benjamim Delgado Neto e Andréa Bezerra Pequeno de Alustau. Em breve, a equipe da Ccrimp se completará com as posses dos promotores de Justiça Ismael Vidal Lacerda, Jamille Lemos Henrique Cavalcanti e Fernando Antônio Ferreira de Andrade.

 

Outras duas posses ocorridas na manhã desta terça-feira foram das promotoras de Justiça Ana Maria França Cavalcante de Oliveira e Gardênia Cirne de Almeida Galdino, ambas no Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial (Ncap). A coordenação do Ncap fica sob a coordenação de Ana Maria França. O promotor de Justiça Marcus Antonius da Silva Leite também deverá tomar posse nos próximos dias no Ncap.

 

Também em outra data a ser definida, tomarão posse os cinco integrantes do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco): os promotores de Justiça Octávio Celso Gondim Paulo Neto, Herbert Vitório Serafim de Carvalho, Romualdo Tadeu de Araújo Dias, Manoel Cacimiro Neto e Rafael Lima Linhares.

 

Na solenidade de posse, o promotor de Justiça Osvaldo Lopes discursou em nome dos empossados, agradecendo a confiança do procurador-geral de Justiça, Bertrand Asfora, em sua equipe. “O promotor é quem faz a diferença… Se quiser trabalhar, ele faz acontecer em qualquer lugar”, avaliou Osvaldo Lopes, acrescentando: “Missão dada é missão cumprida”.

 

O procurador de Justiça Valberto Lira, que na segunda-feira tomou posse como segundo-subprocurador-geral de Justiça, também discursou na solenidade: “Vamos fazer a diferença. Não podemos mais viver de projetos de promotores de Justiça, mas de projetos do Ministério Público. Temos que ter e manter um projeto de Ministério Público e dar uma resposta à altura à sociedade”.

 

“Começamos o desafio do segundo mandato e a democracia pressupõe distribuição de responsabilidades”, discursou o procurador-geral Bertrand Asfora. “O procurador-geral de Justiça não tem a solução mágica para os problemas do Ministério Público; temos que acabar com essa blindagem ao procurador-geral de ser o solucionador de todas as demandas. Temos que dividir nossas dificuldades para fazer vez essas dificuldades”.

 

Bertrand continuou: “Vamos encontrar juntos a solução dos problemas. Sou otimista e no Brasil e na Paraíba o Ministério Público vem se fortalecendo”. Ele ainda ressaltou: “Tenho certeza de que essa equipe que está assumindo vai dar muita alegria ao nosso estado, lembrando que, na realidade de hoje, receber um cargo é muito mais um encargo do que uma benesse (…) O desafio é enorme. Vamos trabalhar juntos e resolver os nossos problemas. Somos um só time, uma só instituição”.

Comentários