Suspeito de matar produtor de eventos é preso e polícia diz que crime foi motivado por ciúme de mulher

0
4359

Alisson Resende, 25 anos, foi preso na tarde desta segunda-feira (25), suspeito de matar o produtor de eventos  Wanderly Wendlis Gomes de Lima, de 27 anos. O corpo da vítima foi encontrado na PB-325, no município de Jericó, Sertão da Paraíba. O crime foi passional.

De acordo com o delegado de homicídios Sylvio Rabello, responsável pelo caso, após as investigações realizadas ainda na manhã desta segunda, o suspeito foi localizado na cidade com a arma do crime.

Segundo o delegado, a vítima teve um relacionamento com a ex-mulher do suspeito. A polícia encontrou com o suspeito a arma utilizada no crime, um revólver calibre 38. Sylvio Rabello  informou que Alisson foi preso após a linha de investigação apontar que o homem era o principal suspeito da morte de Wanderly Wendlis.

“As investigações apontaram que Wanderley estava sendo ameaçado por Alisson porque ele teria tido um relacionamento com a ex-mulher de Alisson. Por causa disso, o suspeito jurou vingança. Foi um crime passional”, explicou o delegado.

O veículo da vítima foi encontrado com a chave na ignição  a cerca de 1 km do local do crime. “Inicialmente, acreditamos que tinha sido mais um caso de latrocínio. Mas, após as investigações constatamos que foi um homicídio com viés passional”, disse o policial.

O suspeito e a arma apreendida foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Catolé do Rocha. A Polícia Civil continuará com as investigações sobre o caso para que seja analisada a possibilidade e uma outra pessoa no assassinato.

Comentários