Motorista que matou jovens após saírem do Parque do Povo é preso, paga fiança e é liberado

0
631

O motorista do ônibus envolvido no acidente que matou duas pessoas na madrugada deste sábado (7) no Centro de Campina Grande, foi preso em flagrante, autuado por homicídio culposo (quando não há intenção de matar) foi liberado pouco tempo depois após pagamento de fiança pela empresa de transporte coletivo.

De acordo com o delegado Everaldo Alves de Miranda, o acidente aconteceu por volta da 01h15 da madrugada na avenida Floriano Peixoto quando o ônibus e a moto seguiam em faixas lado a lado.

“Segundo as declarações do motorista do ônibus, o coletivo vinha trafegando na linha destinado aos ônibus e nas imediações da Prefeitura puxou para a faixa do meio. Ao mudar de faixa ouviu a pancada e no desespero entrou na contramão, parando o ônibus no sentido da Maciel Pinheiro”, explica o delegado.

O delegado afirma ainda que acredita que tenha havido imprudência de ambas as partes, tanto do motorista de ônibus quanto do mototaxista. “É possível que a moto estivesse vindo em alta velocidade, porque se ele viesse em uma velocidade normal o impacto seria menor. Ele entrou debaixo do ônibus e o ônibus não tinha como estar vindo tão rápido”, destaca a autoridade policial.

O motorista do ônibus foi preso em flagrante e encaminhando para a Central de Polícia. Segundo o delegado, ele foi autuado pelo crime de homicídio culposo e liberado nesta manhã após a empresa pagar o valor da fiança. O motorista foi enquadrado no artigo 302 do Código de Trânsito Nacional (CTN).

Entenda o caso

Um acidente envolvendo um ônibus e uma moto deixou duas pessoas mortas na madrugada deste sábado (7) no Centro de Campina Grande. A moto, que estava a serviço de um moto-taxi, seguia para a zona leste da cidade quando colidiu no ônibus, na avenida Floriano Peixoto.

De acordo com as primeiras informações da Polícia Militar, o acidente aconteceu por volta da 1h15 da madrugada, quando o ônibus trafegava no sentido Centro/Zona leste e ao chegar na frente da Prefeitura Municipal fez uma manobra estranha como se fosse entrar na rua Maciel Pinheiro, que é contramão. A moto, que vinha logo atrás colidiu com a traseira do coletivo, matando o moto-táxi e a mulher que estava na garupa.

Com Blog de Márcio Rangel

Comentários