Ex-suplente de vereador do RN morto na Paraíba pode ter sido assassinado pelo tráfico de drogas

0
214

A polícia continua investigando o assassinato do ex-suplente de vereador Carlos Antônio da Silva Souto, de 49 anos, morto a tiros no município de Nova Floresta, no curimataú do estado. O homicídio aconteceu no dia 22 de junho.

O delegado Pedro Ivo, Seccional da Polícia Civil de Picuí, disse que os primeiros levantamentos apontam que o ex-político foi morto devido ao possível envolvimento dele com o tráfico de drogas, em Jaçanã, no rio Grande do Norte. Carlos foi morto após ser perseguido enquanto pilotava uma motocicleta.

O ex-suplente foi assassinado a cerca de 50 metros de jaçanã, que faz divisa com a Paraíba. “Estamos fazendo os levantamentos, as diligências para prender os suspeitos do crime. Mas, tudo indica que tem relação a com a possível vida criminosa de Carlos”, falou o delegado.

PB HOJE

Comentários