Suspeito de tramar assalto que terminou na morte do pai é levado para o Presídio do Roger

0
3235

A juíza de Custódia, Isabelle Freitas, manteve a prisão temporária por 30 dias de Herick Ramos, suspeito de tramar o assalto que terminou na morte do seu próprio pai, o gerente do posto de combustível, Severino Maciel, 50 anos. O fato ocorreu na tarde do dia 26 de maio, no bairro de Manaíra, em João Pessoa.

A audiência de custódia foi realizada na tarde deste sábado (2) no Fórum Criminal da capital. A magistrada determinou que Herick fosse levado para a Penitenciária Flósculo da Nóbrega, o Presídio do Roger, na Capital.

O suspeito foi detido durante a missa de 7º Dia da morte do funcionário do posto, no bairro Treze de Maio. Segundo o delegado Wagner Dorta, da Polícia Civil, o suspeito seria o responsável pelo planejamento da ação. Ele confessou participação no crime, alegando ter sido pressionado pelos outros dois suspeitos de executar o plano. Um deles foi preso no dia do crime e o outro na última quinta-feira (31).

O filho do gerente já possui passagem pela polícia por suspeita de participação no assalto a uma farmácia do bairro de Mangabeira, em 2017.

O crime

O assalto aconteceu no dia 26 de maio. Dois suspeitos chegaram ao posto de gasolina, no bairro de Manaíra, e anunciaram o roubo. O gerente teria reagido e foi baleado no peito pelo assaltante que conduzia o veículo e conseguiu fugir. As imagens do circuito de segurança flagraram o crime, assista.

Ainda de acordo com testemunhas, no momento do crime, vários veículos estavam no local formando filas e era grande movimento devido ao problema de abastecimento que vem sendo recorrente em postos de todo o Brasil com a greve dos caminhoneiros.

Comentários