Menina estuprada teve órgão dilacerado e acusado é queimado vivo na Paraíba

3
17926

Foi submetida a uma cirurgia de emergência a criança de 10 anos que foi estuprada na noite desta segunda-feira (10), na cidade de Alhandra, no Litoral Sul do estado. Ela teve ferimentos graves, passou pelo procedimento cirúrgico e se recupera no Hospital Infantil Arlinda Marques, em João Pessoa. O acusado do crime, o agricultor Joselito do Vale, 33 anos, foi assassinado queimado poucas horas depois.

A garota deu entrada inicialmente no Hospital de Trauma de João Pessoa, mas foi transferida para o Hospital Arlinda Marques. A unidade informou que ela chegou muito cansada e abalada. Na manhã desta terça (10), passou por exames e não há previsão de alta. O estado de saúde dela é regular.

Segundo o delegado Francisco Basílio, a menina foi abusada quando seguia para o mercadinho comprar carne. Ela foi pega pelo homem, que a conhecia, e arrastou a criança para um matagal e estuprado.

Morte

Foi achado morto na manhã desta terça-feira (10), o homem apontado de ser o autor do estupro da criança. Segundo a Polícia Civil, a vítima foi encontrada morta no loteamento Novo Monte e com o corpo ainda em chamas. Ele foi assassinado e teve o corpo carbonizado em meio a palhas de coqueiro.

No local do crime, a perícia encontrou troncos de coqueiro, pedaços de madeira e garrafas de vidro, que podem ter sido usadas para agredir o homem.

Conforme os relatos, o rosto e o tronco estavam carbonizados, mas a parte de trás não foi atingida pelo fogo. Ainda segundo a perícia, havia uma perfuração de faca na mão esquerda.

O corpo do rapaz foi encaminhado para o Instituto de Polícia Científica de Campina Grande, onde passará por exames para verificar se há fraturas e projéteis de arma de fogo. O resultado do laudo será divulgado no prazo de 10 dias.

Comentários