Prefeitura de Sousa tem recursos bloqueados por acúmulo de dívidas

0
52
A primeira parcela do FPM da Prefeitura de Sousa no dia 10 de agosto trouxe um bloqueio de R$ 313 mil referente a parcelas de pagamento de dívidas pretéritas com o INSS.
O município de Sousa enfrenta parcelamento muito grande com o INSS, o que quase inviabiliza a administração.
O prefeito André Gadelha recebeu a informação e deverá procurar meios legais para desbloquear esse valor, assim dá sequencia a sua gestão.
André tem dito que herdou uma herança maldita de dividas e parcelamentos com INSS, energia, e outras ações que fatiou o FPM, que inviabiliza qualquer administração, mas mesmo assim busca priorizar setores como pagamento em dia dos funcionários para continuar a máquina funcionando. As informações são da ‘Folha do Sertão’.

Comentários