Ex-prefeito diz que denúncias em Cajazeiras recaem na gestão de Denise Albuquerque

0
39

O ex-prefeito de Cajazeiras, Carlos Rafael (PMDB) contestou as informações da prefeitura em relação a operação Andaime. Em coletiva de imprensa, o procurador do município afirmou que a investigação correspondia à gestão de 2009 e, inconformado, o ex-prefeito afirmou que essa informação tinha o propósito de confundir a opinião pública.

Carlos Rafael afirmou que após a divulgação dos nomes, que corriam em segredo de Justiça, ficou “claro” que ninguém da gestão anterior estaria envolvido e que a operação foi direcionada totalmente a investigação de desvio de recursos da administração da prefeita Denise Albuquerque (PSB).

A respeito dos salários atrasados deixados na sua gestão e a reprovação das suas contas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), o ex-gestor admitiu os fatos, mas apontou: “nunca roubei” e não deu mais explicações.

“Nas minhas contas não consta desvio de dinheiro, fraude em licitação, nem formação de quadrilha”, afirmou.

O peemedebista afirmou que a tentativa de colocar a culpa na gestão anterior é devido ao desejo da prefeita de “calar a oposição”: “Para eles seria melhor se tivéssemos calados porque eles colocariam as mãos no dinheiro do povo”, afirmou, esquecendo-se dos salários atrasados.

O ex-gestor ainda assegurou que vai entrar com recurso junto ao tribunal, que tem efeito suspensivo e poderá concorrer as eleições, caso queira. “Estou confiante no sentido de rever a reprovação das contas”

Ele também cobrou de Denise o afastamento dos investigados dos cargos públicos. “Se a prefeita não tem rabo preso vai afastar os investigados”. (Diário do Sertão)

Comentários