De olho na prefeitura de Queimadas, deputados trocam farpas

0
29

Após ser procurado por vários prefeitos, nas cidades onde foi votado, solicitando ajuda para dar andamento nas obras do pacto social que estão paralisadas, em diversos municípios paraibanos, o deputado estadual Manoel Ludgério resolveu ligar para o governador, Ricardo Coutinho para cobrar uma solução por parte do Estado.

O parlamentar justificou que apesar de ser oposição ao governo, cumpre seu mandato com responsabilidade e faz uma oposição criteriosa, cobrando ações e não explorando erros por parte da administração estadual.

“Depois de refletir muito, resolvi ligar para o governador Ricardo Coutinho e pedir ajuda a ele para dar andamento as várias obras do pacto social que estão paralisadas em vários municípios do estado. O governador me atendeu educadamente e decidiu solicitar um relatório por parte dos prefeitos para que pudesse dar encaminhamento as solicitações, conforme a necessidade de cada cidade”, frisou o deputado.

A policlínica de Queimadas é um exemplo dessas obras que estão paralisadas desde o meio do ano passado, segundo explicou o deputado estadual Manoel Ludgério. O parlamentar revelou ainda que após a sua ligação ao governador, o deputado estadual, Doda de Tião que faz oposição ao prefeito Jacó Maciel, imediatamente procurou Ricardo Coutinho para pedir que ele não liberasse recursos para a conclusão da Policlínica.

“O que esse deputado fez e faz não prejudica a mim ou ao prefeito Jacó Maciel, mas ao povo de Queimadas, o mesmo povo que o concedeu uma votação expressiva e que o levou à Assembleia Legislativa. Não é possível que um deputado tenha um mandato, chegue às 9h30 na ALPB e saia ao meio dia completamente mudo. O deputado que detém um mandato deve ser responsável por representar quem o elegeu e lutar por melhorias para a vida daqueles que o elegeram e não fazer o contrário, como vem ocorrendo em Queimadas por parte desse deputado”, desabafou Manoel Ludgério.

Comentários