Paraibano é feito refém e morre durante tiroteio entre PM e bandidos no Rio de Janeiro

0
69

É paraibano o homem baleado quando saia do trabalho no Rio de Janeiro no domingo (03). José Silva é enfermeiro e estava saindo do plantão numa unidade de saúde quando ficou preso num congestionamento na Linha Vermelha. A informação é de que estava ocorrendo um tiroteio entre policiais e bandidos.

Em determinado momento, criminosos o abordaram, entraram no carro dele e iniciaram uma fuga. Viaturas da polícia seguiram o veículo, efetuando disparos e um dos tiros o atingiu na coluna. O projétil acabou ficando alojado no intestino paraibano.

O homem foi internado e passou por dois procedimentos cirúrgicos, mas não resistiu e morreu na noite desta quinta-feira (07).

‘Dedé’ era natural de Serra Branca, no Cariri do Estado, e foi morar no Rio de Janeiro quando tinha 18 anos. Ele morava em Niterói. Ainda conforme familiares, o corpo dele vai ser transferido para a cidade paraibana onde será enterrado.

 

Comentários