Padre foi assassinado com 29 facadas na Paraíba, polícia descarta latrocínio e carro do sacerdote é achado abandonado

1
91

O padre Pedro Gomes, 50 anos, foi assassinado com 29 facadas dentro da casa paroquial na cidade de Borborema, no Brejo do estado. O crime aconteceu nesta quinta-feira (24).  O delegado Diógenes Fernandes descartou a tese de latrocínio (roubo seguido de morte) e já trata como homicídio. As informações foram divulgadas pelo jornalista Hyldo Pereira, no programa Cidade Alerta Paraíba, TV Correio.

“Nada foi levado da casa paroquial. No local havia uma quantia de quase R$ 8 mil, além o padre estar usando um celular de grife e nada foi levado. O carro do sacerdote foi levado apenas como instrumento de fuga e não para fins ilícitos”, explicou o delegado.

Fernandes disse que no corpo do sacerdote foram encontradas diversos hematomas e ele estava nu. O carro do padre, que foi levado, foi achado na zona rural da cidade de Arara, que fica a cerca de 30 km de onde aconteceu o crime.

Até as 18h, o delegado estava ouvindo funcionários da casa paroquial e vizinhos da vítima. Em depoimento, um dos moradores disseram que ouviram barulho de som e de conversas de um grupo de pessoas e, logo em seguida, não ouviram mais nada. O trabalho da Polícia Civil agora é saber qual a motivação do crime e o autor ou os autores do homicídio.

Comentários