Veneziano ironiza ex-aliado e diz que ele entende de “jumentinho”

0
90

O deputado federal Veneziano Vital do Rego (PMDB), saindo da sua tradicional seriedade, decidiu ironizar o seu ex-secretário Cassiano Pascoal.

O ex-prefeito da Rainha da Borborema, fez um print de uma opinião de Cassiano em redes sociais sobre o monumento dos 150 anos de Campina Grande, e não se conteve ao dizer que ele agora entendia de ‘jumentinhos’.

Vene postagemCassiano escreveu: “Entre ditos e não ditos, na minha opinião o memorial aos 150 ano de Campina Grande ficou muito bonito. Achei uma obra de bom gosto que já virou cartão postal de nossa cidade e valorizou ainda mais o Açude Velho. Esta obra também faz jus a nossa história pois sem os tropeiros em seus jumentinhos campina jamais seria grande”, postou.

Vené, em um grupo fechado do aplicativo do WhatsApp, colou a opinião do filho da médica Tatiana Medeiros, sua ex-secretária de Saúde, e ex-candidata a prefeita e disparou: “Se alguém quiser tirar alguma dúvida sobre Jumentinhos, já sabem a quem procurar”, postou o peemedebista.

O relacionamento dos dois ‘azedou’ desde o final do mandato do ‘Cabeludo’. Logo após a campanha de 2012, onde sua mãe foi a candidata do grupo. Na época, também em redes sociais, Cassiano fez acusações contra o ex-auxiliar de Veneziano, Alex Azevedo.

Segundo o ex-vereador, Tatiana teria sido prejudicada pela ação de um grupo político que desviou recursos de sua campanha.

Cassiano Pascoal“Alex Azevedo é o líder da gangue, sai rico de toda campanha e Campina toda sabe disso. Desviou recursos da campanha de 2012 em seu beneficio. Os compassas de Alex não é preciso ir muito longe pra descobrir. Julio César, Tico lira e cia Ltda! Pra quem não sabe, ate ameaçado de morte eu fui pelo irmão de Alex, o sr. Waldir. Alex liderou um grupo de vereadores, maioria eleitos, para comprarem meus votos. São esses: Rodolfo Rodrigues, Metuzela, Pimentel e etc.”, disparou, durante uma postagem em janeiro de 2013.

Em seguida postou mais uma vez. “Quero a verde que não pude falar ate o fim da gestão, só isso. Agora sou cidadão, homem livre! Graças a Deus minha mãe não foi eleita, só assim não teve que se comprometer com esse bando de canalhas! Faço isso agora pois não tenho mais foro privilegiado em nível municipal, por tanto, quem quiser ir a justiça fique a vontade, mas provem! O PMDB CG não fez campanha pra ganhar, sua intenção era destruir Daniella, só isso!”, citou. (com Política Mais Cedo)

Comentários