Raoni Mendes culpa Renato Feliciano por saída do PDT

0
59

Após 11 anos de legenda, o vereador Raoni Mendes (PDT) revelou que vai deixar o Partido Democrático Trabalhista (PDT). Nesta quinta-feira(9), Raoni disse que está insatisfeito e que está sofrendo perseguição na legenda por fazer oposição ao prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT).

Raoni ainda acusa o deputado Damião Feliciano e o seu filho, o presidente Estadual do PDT, Renato Feliciano, de serem os culpados da sua saída. “Não tem mais espaço para convivência. Eu estou a mais tempo na legenda do que o próprio presidente (Renato), mas infelizmente as atitudes deles comprovam que não me querem no partido”, desabafou.

O vereador destacou que foi vítima de descriminação no partido. “Foi realizada a convenção e eu não fui convidado. Foi eleito até o presidente do diretório, que vale salientar que eu nem conheço. Um ato de descriminatório, isso pra mim, é um sinal de justa causa”, afirmou. (com ParaibaJá)

Comentários