Empresário é preso por fraude de R$ 100 mil e por apresentar atestado médico para faltar audiência, em João Pessoa

0
96

O empresário Paulo Emilio Moura, de 54 anos, foi preso pela Polícia Civil na tarde desta terça-feira (13), em um apartamento no bairro de Tambaú, em João Pessoa. O homem responde a um processo criminal na 6ª Vara por estelionato majorado, em face de uma negociação de um imóvel, no valor de R$ 100 mil, no ano de 2014.

Segundo o delegado Lucas Sá, da Delegacia de Defraudações de João Pessoa, que coordenou as investigações, Paulo Emilio descumpriu as determinações judiciais e apresentou atestado médico para faltar a uma audiência, dificultando a instrução processual, por esse motivo, ele teve a prisão decretada pelo juiz Rodrigues Marques.

“A DDF foi acionada na segunda-feira e monitorou os endereços do suspeito, localizando o suspeito por volta das 13h desta terça, dando cumprimento ao mandado de prisão. Paulo ficará detido na carceragem da Central de Polícia Civil e será encaminhado à audiência de custódia nesta quarta (14)”, explicou Lucas Sá.

G1

Comentários