Estudante de Direito que preside sindicato dos trabalhadores rurais é preso por estelionato na Paraíba

0
330

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Solânea, Marcelo Sena Barbosa, 29 anos, foi preso pela Polícia Civil sob a suspeita de estelionato. Ele é concluinte do curso de Direito. Segundo o delegado Diorgenes Fernandes, seccional da PC de Solânea, o presidente intermediava a aposentadoria de pessoas filiadas ao sindicato e dizia que havia sido negado o benefício.

” Após um tempo o suspeito revelava que havia conseguido através de uma ação judicial e convencia as vítima a fazer um empréstimo consignado ou junto a familiares para pagar um suposto advogado e ficava com o valor e muitas vezes ele mesmo agilizava o empréstimo com o agente financeiro fazendo uso dos documentos das vítimas. Porém, não havia ação nem advogado”, explicou o delegado.

O delegado Pablo Everton, da Delegacia de Polícia Civil em Solânea, afirmou que o suspeito agiu em dezembro de 2016 ao solicitar toda a documentação do agricultor para tentar aposentá-lo junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

“Marcelo pegou os documentos do agricultor e foi com ele no INSS. Lá, ele afirmou ao agricultor que a aposentadoria só seria concedida por via judicial, mas que quando o benefício saísse seria necessário o agricultor tomar R$ 8 mil de empréstimo para ‘pagar’ as custas do processo”, contou o delegado.

Ainda segundo o delegado, ao sair o primeiro benefício de aposentadoria o suspeito foi até a casa do agricultor e o coagiu a fazer o empréstimo consignado, dividido em 72 parcelas. Foi após o empréstimo que a filha do agricultor desconfiou do crime.

Após investigação da polícia civil, conforme o policial, foi solicitada a prisão preventiva de Marcelo Sena e expedida pelo juiz de Solânea, Osenival dos Santos. O mandado foi cumprido e presidente está preso na cadeia pública da cidade.

Comentários