Presidente da AL defende redução da maioridade: “Eu, particularmente, sou favorável”

0
42

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Adriano Galdino (PSB), falou sobre a votação da Câmara dos Deputados, que rejeitou a Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos nos casos de crimes graves.

Segundo ele, a questão é complexa e acha que a redução da maioridade penal não vai resolver a questão da violência no Brasil e nem da Segurança Pública, mas por outro lado entende que a sociedade reclama e quer uma solução imediata e que se tenha uma resposta dos parlamentares.

“Eu, particularmente, sou a favor que haja uma redução da maioridade penal, mas não para todos os casos, mas para determinados crimes graves como latrocínio e seqüestro seguido de morte. Enfim, para esses crimes, eu sou favorável’, destacou.

O deputado que participou da reunião realizada na manhã desta quarta-feira (01), com o governador do Estado, Ricardo Coutinho para tratar de assuntos referentes à estiagem e a segurança, elogiou a iniciativa e disse que o gestor, mais uma vez, deu uma demonstração de espírito democrático quando chama a todos para participar das decisões administrativas e do planejamento do governo.

“Isso é muito importante. Eu acho que o governo do Estado está corretíssimo fazendo essa parceria com a Igreja e com o Poder Legislativo”, avaliou.

Em relação à estiagem, Adriano Galdino relatou o trabalho em parceria com o governo quando foi instalada a Frente Parlamentar da Água.

“Fizemos um grande trabalho na região do semiárido da Paraíba com a realização de um relatório que já foi que foi entregue ao governador e ao Ministro da Integração e essas medidas que o governo está tomando hoje, faz parte do nosso relatório. Essa interação é muito importante entre os Poderes e isso mostra que os deputados desta gestão estão preocupados em proporcionar uma situação cada vez melhor para o Estado e para a população”, pontuou. (ParaíbaOnline)

Comentários