MPF investiga possível erro no período de inscrições do Sisu na UFPB

0
45

Um possível prejuízo a estudantes que tentaram vaga na Universidade Federal da Paraíba (UFPB) via Sisu, mas não conseguiram por divergência na data final de inscrições entre a universidade e o sistema Sisu vai ser apurado pela Defensoria Pública da União na Paraíba (DPU), unidade do Ministério Público Federal da Paraíba (MPF-PB).

De acordo com a DPU, o edital nº 7/2017 do Sisu determinava o dia 7 de fevereiro como data limite para inscrição de cadastramento nas universidades, mas o edital PRG Nº. 006/2017, elaborado pela UFPB, indicava o dia 6 de fevereiro como prazo final, um dia a menos do que o previsto no cronograma nacional do sistema.

Com isso, a DPU abriu prazo de 10 dias para que estudantes que tenham sido prejudicados possam relatar os casos. O relato é feito por meio de preenchimento de formulário, disponível aqui.

Após o período de colheita de casos, a DPU e o MPF-PB vão analisar as medidas que deverão ser tomadas para defender os direitos dos candidatos.

Portal Correio

Comentários