Presidente da AL afirma que já foi vítima do golpe do ‘Fio Preto’ da Energisa

0
57

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Gervásio Maia (PSB) também já foi vítima do golpe do “Fio Preto” na Energisa. No dia 14 de março de 2013, o parlamentar O deputado estadual Gervásio Maia (PMDB) usou a Tribuna da Assembleia Legislativa nesta quinta-feira (14) para fazer referência ao discurso feito por seu colega de bancada, o deputado Trocolli Júnior (PMDB) que denunciou a Energisa de forjar ‘gatos’ para cobrar altas multas aos consumidores da Paraíba. Gervásio contou um caso de constrangimento que passou recentemente devido a uma inspeção da empresa.

Gervásio disse que em dezembro do ano passado recebeu a Energisa em sua casa e dois funcionários queriam quebrar a parede da residência para fazer uma inspeção de rotina, sendo que o conserto da parede ficaria por conta do deputado. De acordo com Gervásio, como os funcionários da Energisa não lhe deram nenhum motivo convincente para quebrar sua parede, ele não deu autorização para a inspeção.

Porém, segundo Gervásio, os funcionários voltaram com a intenção de acusá-lo que existia um ‘gato’ em sua residência. “Eles puxaram fio, minha casa ficou sem energia, foi um constrangimento total. Eles estão fazendo isso em toda a Paraíba”, disse.

Em seu discurso, Gervásio parabenizou o deputado Trocolli e disse que sua denuncia lhe impulsionou a também acionar a Energisa na justiça. “Isso é injusto, pagamos uma das energias mais caras do mundo. Se quer quebrar parede quebre mais conserte”, disse ele.

Entenda o caso

Á epoca, o deputado Trocolli Júnior denunciou durante pronunciamento na Assembléia Legislativa na Paraíba (ALPB), que a cúpula da Energisa do Estado está orientando os seus funcionários a instalarem ‘gatos’ em residências e empresas paraibanas para depois os proprietários pagarem altas multas pelos pseudos desvios de energia.

Segundo ele, a grave denúncia foi feita pelos próprios funcionários da empresa há vários veículos de comunicação do Estado e precisa ser seriamente investigada pelas autoridades competentes. “A denúncia da mais alta gravidade, é que funcionários da Energisa, orientados pelos setores superiores, estão instalando gatos nas residências e empresas no estado da Paraíba. Os funcionários ganham prêmios para instalar os gatos e também quando acham os mesmo gatos. Isto é um absurdo”, lamentou.

O deputado afirmou que a Energisa, além dos falsos gatos denunciados pelos próprios funcionários, descumpre na Paraíba vários preceitos ditados pela agência nacional de energia elétrica, por isso a Casa Epitácio Pessoa precisa se posicionar contra os desmandos e falta de respeito da empresa com o consumidor paraibano.

Paraíba.Com

 

Comentários