Maternidade de Bayeux deixa de realizar parto há 40 dias e população reclama

0
80

O Hospital e Maternidade João Marscicano, da cidade de Bayeux, na Grande João Pessoa, está há quarenta dias sem realizar um parto. A denúncia foi feita por moradores que procuraram a unidade médica e confirma por funcionários do hospital.

Conforme a denúncia, o problema vem ocorrendo desde o início de janeiro deste ano. Os funcionários do hospital, que não quiseram ser identificados, confirmaram que por falta de estrutura e condições de trabalho, eles pararam as atividades no bloco cirúrgico, inviabilizado a realização de partos.

Marcia C. Lima, ex-diretora da maternidade, relatou que até o fim de dezembro de 2016, o hospital funcionou perfeitamente e que crianças nasceram até o fim do ano, com autorização de todos os órgãos fiscalizadores. A ex-diretora também ressaltou que a maternidade no ano passado, bateu o seu recorde desde a inauguração em 2001, realizando mais de 80 partos  por mês, e mais de 200 mulheres sendo assistidas mensalmente.

Grávidas procuraram a unidade para agendar os partos e teriam sido informadas sobre a interdição do bloco. As gestantes pedem que o serviço da maternidade volte o mais rápido possível, e que as mães realizem o sonho de ter os seus filhos nascidos na cidade onde moram.

Redação, com o Polêmica 24h

 

Comentários