Nonato Bandeira diz ser contra a contratação de servidores codificados

0
43

O chefe de gabinete do governador Ricardo Coutinho (PSB), Nonato Bandeira (PPS), comentou a respeito da decisão do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que deu um prazo para a gestão se explicar a respeito dos funcionários codificados.

Nonato destacou que sua opinião pessoal como jornalista e cidadão é de ser contra esse tipo de contratação. “Acho que codificado é uma anomalia do serviço público, assim como o prestador de serviço. Acho que é uma forma de todos os governos, inclusive os Tribunais de Contas burlarem a lei”, disse, afirmando que acredita que deveria acabar com esse tipo de contratação e fazer apenas por concurso público “sem indicação política, sem dever favor a ninguém e prestar seu serviço com dignidade”.

O jornalista afirmou que na Inglaterra funciona desta forma e quando um governo assume, leva apenas meia dúzia de auxiliares. “Aqui quando assume é o contrário, é um cabedal, depois não tem continuidade, muda tudo de novo”, afirmou.

“Os governos vêm burlando a lei com o beneplasto dos TCEs e TJs que tem também seus funcionários sem concurso público e sem vínculo. Ele (o TCE) está no seu papel de cobrar a realização de concurso e regularização e temos que acabar com a precarização do trabalho, tem que ter carteira assinada, regularização dos direitos trabalhistas e os governos vêm driblando e causando inchaço na máquina pública. Tem gente do interior que coloca a família inteira dentro da prefeitura”, ilustrou.

Comentários