Justiça suspende reajuste de 500% na taxa de iluminação imposta pela prefeitura

0
43

Nessa quinta-feira, o juiz Falkandre de Sousa, da comarca de Soledade, suspendeu temporariamente o reajuste feito após uma Medida Provisória do prefeito de Soledade, Geraldo Moura (PP), em que aumentava a taxa de iluminação pública em até 500%. A alta porcentagem no reajuste revoltou os moradores da cidade que se mobilizaram nas redes sociais para participar da sessão em que a medida será votada.

A Prefeitura justificou o reajuste de R$ 1,71 para R$ 9,69 com a necessidade de aumentar arrecadação para cobrir os gastos. A Prefeitura por meio de nota, explicou ainda que uma pequena parte da população paga integralmente essa taca e que a maioria das pessoas é isenta.

A Medida Provisória ainda tem que ser votada para ser aprovada, e os moradores de Soledade prometem participar da sessão para cobrar um posicionamento diferente dos outros parlamentares. Para os moradores, apesar do valor ser relativamente pequeno, é mais uma taxa que “incha” a conta de energia.

Redação, com o Click PB

Comentários