PSL entra com ação para impugnar mandato de Berg Lima em Bayeux

0
60

O PSL ingressou com uma Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (Aime) contra o prefeito de Bayeux Berg Lima. A ação foi protocolada no final da tarde desta segunda-feira (23), no cartório da 61ª Zona Eleitoral, em Bayeux. De acordo com o advogado Marlon Reis, que representa o partido autor da ação, há inúmeras falhas na prestação de contas de campanha do prefeito Berg Lima.

De acordo com advogado do PSL, o mandato foi indevidamente conquistado por Berg por meio do abuso do poder econômico. “O caixa dois é uma forma de abuso de poder econômico e a Constituição Federal prevê a impugnação do mandato de quem abusar do poder econômico”, explicou Marlon, que é considerado o “pai da Ficha Limpa”.

Na ação, o PSL argumenta que a prestação de contas do prefeito eleito em Bayeux apresenta gasto com 250 refeições, mas não especifica para quem foram destinadas essas refeições, e também não consta nenhum prestador de serviço que tenha trabalhado na campanha do prefeito. De acordo com o advogado, as despesas com trabalhadores na campanha foram omitidas na prestação de contas do prefeito. Segundo Marlon, é como se Berg não tivesse feito campanha eleitoral.

Outras falhas são apontadas na Aime, como despesas com transporte. A prestação de contas de Berg dá conta da utilização de apenas um veículo e de um gasto de apenas 210 litros de combustível, o que segundo o partido não corresponde à realidade da campanha do prefeito de Bayeux.

Comentários