Morre agente da Operação Lei Seca atropelado em João Pessoa

0
28

Morreu na noite deste domingo (22) o agente de trânsito da operação Lei Seca, Diogo Nascimento de Souza, 34 anos, que ficou gravemente ferido após ser atropelado durante uma blitz na madrugada do sábado (21), no bairro do Bessa, em João Pessoa. A informação foi confirmada pelo Hospital de Emergência e Trauma, que informou que a morte aconteceu por volta das 18h.

Na manhã deste domingo, o Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena abriu o protocolo de morte encefálica do agente. Ele foi atropelado durante a fuga do condutor de um veículo Porsche branco, que furou a blitz.

O Hospital de Emergência e Trauma divulgou nota em que afirma que na manhã deste domingo (22), foram realizados novos exames, e aberto o protocolo de Morte Encefálica (ME). A instituição vai realizar novos exames para definição do quadro”. O comunicado foi assinado pela própria diretora geral Sabrina Bernardes.

De acordo com a unidade, “no início da noite, foram realizados novos exames, que mostraram não mais haver fluxo cerebral, confirmando-se, portanto, o óbito do paciente”. O hospital informou que comunicou a morte aos familiares. O agente estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com estado neurológico considerado gravíssimo. Ele estava sedado e respirando com a ajuda de aparelhos na UTI do hospital.

A Justiça determinou a prisão temporária do condutor do veículo que atropelou o agente, mas na madrugada deste domingo (22), por volta das 3h, o desembargador Joás de Brito concedeu um habeas corpus suspendendo a decisão, por entender não existir “justa causa para justificar o cerceamento do direito de locomoção” do motorista.

Comentários