“O cargo é nosso, ele tem que entregar”, diz socialista após debandada de Lucas

0
35

Sandra Marrocos (PSB) disse que o cargo de vice-presidente não é de Lucas de Brito (PSL). A vereadora afirmou, nesta quarta-feira (4), que “se ele não entregar este cargo, quem tá extorquindo é ele.”

“O vereador Lucas de Brito tem que entregar o cargo porque não é dele. É nosso. Ele foi uma indicação da oposição. É isso que ele tem que entender. Se tiver algo que alguém está se apropriando que não seja seu, é ele do cargo de vice, que não é dele, é nosso. Ele sabe que foi uma indicação da oposição. Eu jamais teria indicado ele se ele não se configurasse enquanto tal”, disse ela.

Perguntada sobre a acusação de Lucas de que a oposição não o indicou para a vice-liderança, mas que isso foi uma vontade única de Marcos Vinícius, Sandra rebateu. “Ele sabe que isso não é verdade. Se ele quiser fazer o debate comigo, vamos fazer. Ele sabe tranquilamente que é uma indicação da oposição. Inclusive, é só pegar o último áudio dele, no dia da eleição, lá na Câmara, que vai se saber exatamente o que ele tá dizendo.”

Sandra foi direta. “Ele é indicação nossa. E se ele não entregar este cargo, quem tá extorquindo é ele. E eu não tenho nenhum problema de dizer isso para ele.”

Ela também revelou que não teria votado nele, caso ele assumisse ser da base do prefeito Cartaxo, antes da eleição do dia 1º. “Se o vereador Lucas de Brito tivesse dito, em algum momento dado pelo menos sinais que iria tomar essa atitude, com certeza ele não teria meu apoio para vice-presidente da chapa. Com certeza ele não seria o vice-presidente dessa chapa. O que ele tem que entender é isso. Ele só está vice-presidente porque teve o apoio a indicação da oposição.”

Comentários