Cássio defende apoio do PSDB a Temer para garantir estabilidade política no Brasil

0
48

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) negou nesta terça-feira (27), durante café da manhã com a imprensa, que tenha telefonado para o presidente da República, Michel Temer (PMDB), pedindo desculpas pela declaração em que defendeu o nome da presidente do STF, Carmen Lúcia, para o lugar de Temer.

“Soube desse telefonema pela imprensa. A bem da verdade, não houve. Não tenho o que justificar, o que fiz foi uma análise de uma situação hipotética e real, que é a cassação da chapa Dilma-Temer no TSE. Se isso ocorrer, não vejo no âmbito político nacional um nome melhor que o da ministra Carmen Lúcia. É óbvio que torço para que o governo Temer resolva os problemas do Brasil, só não tenho certeza se isso será possível”, declarou.

Cássio ainda argumentou que o país precisa de estabilidade política para superar a grave crise econômica que enfrenta desde 2015.

“O Brasil precisa de estabilidade. Esse cenário de instabilidade traz um prejuízo enorme à nossa população. Isso se caracteriza no desemprego, na recessão, na carestia, na alta taxa de juros, na redução do poder de compra, na inflação. Apoiar o governo que aí se encontra é uma obrigação de responsabilidade com o país. O lema do PSDB é ser a favor do Brasil, a despeito das críticas ou da impopularidade”, finalizou o tucano.

Comentários