Estela critica medidas do Governo Federal e compara a 1964: ‘mercado vale mais que cidadania’

0
43

A deputada estadual, Estela Bezerra (PSB), criticou as medidas do Governo Federal como a PEC do teto dos gastos e comparou às ações de 1964: “mercado financeiro vale mais que a cidadania”, disse.

Em entrevista ao Sistema Arapuan nesta quarta-feira (23), Estela afirmou que o Governo Federal vem tentando impor um pacote de medidas que prejudicam a população e criticou afirmando que a população está sendo preterida em favor do mercado financeiro.

Para Estela, o pacote de medidas do Governo Federal, com MPs e Projetos de Lei são similares ao que aconteceu em 1964. “Imaginar que o país vai suprimir mais de 50% da Receita, espremer todos os investimentos em políticas sociais. O Estado Democrático de Direito e de Bem Estar Social que é a expectativa desde a Constituição de 1988 está cada vez mais distante”, reclamou.

A socialista lembrou ainda que o país necessita sim de uma reforma tributária, porém, o ‘bolo’ está concentrado na União e não é bem distribuído para os estados e municípios. “É muito cruel”, disse.

“Sou a favor que a folha não ultrapasse a receita, mas o que fazer com Saúde e Educação?”, questionou apontando que o Governo Federal deveria ter visão de responsabilidade. O corte deveria ser ao que reserva-se ao mercado financeiro e hoje o que se faz é pagar o dinheiro do orçamento pleno e pagar amortização de dívida pública”, disse e comparou com o orçamento doméstico afirmando que nenhuma pessoa comprometeria a Saúde e Educação em função de pagamento de juros. “O que ocorre no Brasil hoje é que o mercado financeiro vale mais que a cidadania”, disse.

Redação com Adelton Alves

Comentários