Audiência em Brasília criou condições para Ministério da Fazenda apressar pleitos da PB

0
45

O senador Raimundo Lira (PMDB) avaliou de forma positiva a audiência do governador Ricardo Coutinho com o ministro da Fazenda, Henrique Meireles, na tarde desta terça-feira (8). O senador avalia que o contato do governador e de sua bancada federal com o ministério foi muito bom porque ele criou as condições para que o Ministério da Fazenda apresse os pleitos da Paraíba.

Acompanharam o governador, além de Raimundo Lira, os deputados federais paraibanos Wilson Filho (PTB), Damião Feliciano (PDT), André Amaral (PMDB), Hugo Motta (PMDB) e Veneziano Vital (PMDB), o secretário João Azevedo (Infraestrutura) e o procurador-geral do Estado, Gilberto Carneiro.

Segundo Raimundo Lira, a greve dos técnicos da Secretaria do Tesouro Nacional durante mais de 50 dias atrasou o processo de empréstimos e financiamentos do Ministério da Fazenda, prejudicando os estados e também as demandas da Paraíba.

“As demandas da Paraíba ainda vão demorar um pouco por conta desse atraso da greve que aconteceu na Secretaria do Tesouro Nacional. Prejudicou não só a Paraíba, mas também outros estados”, disse.

O senador paraibano intermediou, também nesta terça-feira (8), em Brasília, o contato do governador Ricardo Coutinho com o presidente Michel Temer, marcando para o dia 16 de novembro a audiência entre o governador socialista e o presidente da República.

De acordo com o senador Raimundo Lira, o ministro Geddel Vieira ofereceu a possibilidade da audiência com o presidente Michel Temer acontecer nesta quarta-feira (9), mas o governador Ricardo Coutinho vai fazer uma cirurgia nesta data, e além disso, Ricardo preferiu o dia 16 para poder levar a pauta com mais tranquilidade para o presidente da República.

“A minha ligação política e pessoal com o governador é uma ligação consistente e meu interesse é que ajudando o Governo da Paraíba eu estou ajudando o meu estado da Paraíba”, disse Raimundo Lira.

Comentários