Temer exonera ministros para votarem a favor da PEC dos gastos públicos

0
25

O presidente Michel Temer exonerou dois dos seus ministros, para que eles possam votar e contribuir para aprovação da PEC do teto de gastos públicos. O peemedebista já havia deixado claro que não aceita ações contrárias à PEC. As exonerações de Bruno Araújo (Cidades) e Fernando Coelho Filho (Minas e Energia) foram publicadas na edição desta segunda-feira (10) no “Diário Oficial da União”.

De acordo com o portal G1, após a votação da PEC, os deputados voltarão para o ministério. Temer está desejoso de votar a proposta em primeiro turno já nesta segunda. Para virar lei, a proposta precisa contar o apoio de, pelo menos, 308 deputados e 49 senadores.

Neste domingo (9), Temer ofecereu um jantar para deputados da base no Palácio da Alvorada para pedir apoio à PEC. Ao todo, estavam presentes 215 parlamentares, com 31 esposas, e outras 33 pessoas, entre ministros e assessores do governo.

Comentários