Márcia Lucena vai encontrar prefeitura sem sede e secretarias fechadas no Conde

0
48

A prefeita eleita do município de Conde, Márcia Lucena (PSB) disse, em entrevista hoje estar pronta para enfrentar o desafio de governar a principal cidade do Litoral Sul da Paraíba, a partir de janeiro de 2017. Ela, no entanto, não esconde as dificuldades que terá que encarar nos primeiros meses para reorganizar as finanças.

Um dos principais descasos, segundo Márcia, é o fato de a administração sequer ter uma sede para o chefe do executivo despachar. Outra constatação é a existência de várias secretarias, que funcionavam em casas alugadas, também estarem fechadas por falta de pagamento.

“Logo que assumir, estou rezando para encontrar a prefeitura, pois o prédio onde funcionava a administração foi doado ao Fórum e hoje nós não temos mais um lugar para chamar de prefeitura. Lá não há gabinete para despachar. As secretarias que funcionavam em casas alugadas estão fechadas por falta de pagamento, algumas com até seis meses de atraso, então nosso primeiro desafio é encontrar a prefeitura. E depois já imaginamos o que teremos pela frente. É um desafio”, disse.

Mas mesmo diante das adversidades, Márcia lembra que não entrou na campanha sem saber desses problemas, e se dispôs a solucioná-los, tanto é que a população entendeu a mensagem e decidiu apostar na nova política: “Eu sabia dessas dificuldades. Acompanho o município como moradora, eu imagino o que vou encontrar. Mas não cheguei de inocente na história, estou disposta a dar esse mergulho para resgatar a cidade do Conde”, disse.

A gestora, que conseguiu eleger apenas dois vereadores de sua Coligação disse ainda que espera atrair novos apoios, mas também espera contar com uma oposição para fazer cobranças e fiscalizar. “A unanimidade nos aleija. O contraditório é necessário. Queremos um contraditório com responsabilidade, sem medo de fazer críticas também”, ressaltou.

Comentários