Para evitar protestos, Temer é o primeiro a votar na PUC, em SP

0
30

O presidente Michel Temer foi o primeiro a votar, neste domingo (2), na PUC (Pontifícia Universidade Católica) de São Paulo, em Perdizes, bairro da Zona Oeste de São Paulo.

Temer chegou por volta de 7h30 ao local –meia hora antes da abertura dos portões aos eleitores e três horas e meia antes do horário de votação divulgado, no sábado (1º) pela assessoria da Presidência.

A antecipação evitou o encontro de Temer com manifestantes que prometiam recepcioná-lo na PUC hoje cedo.

O esquema de segurança foi reforçado por homens que foram ao local de van e em outros dois carros descaracterizados.

A primeira-dama Marcela Temer votou às 8h10, acompanhada de seis seguranças, no Colégio Rainha da Paz, Alto de Pinheiros, também na Zona Oeste da capital paulista.

A PUC também é local de votação do presidente nacional do PT, Rui Falcão, que chegou às 7h40.

Comentários