Coligação de Cartaxo e Manoel Júnior emite nota sobre Aije do Ministério Público Eleitoral

0
52

A assessoria jurídica do candidato à reeleição em João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD) ainda não foi notificada pela Justiça Eleitoral, sobre a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije), ajuizada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), que pede a inelegibilidade de Cartaxo e também do candidato a vice-prefeito Manoel Júnior (PMDB).

Em Nota divulgada nesta quarta-feira (28), a Coligação ‘Força da União por João Pessoa’, afirmou que assim que for notificada, prestará todas as informações necessárias para os esclarecimentos dos fatos.

NOTA

Em relação à notícia divulgada de que o Promotor João Geraldo Carneiro Barbosa teria ingressado com ação de investigação judicial eleitoral, a Coligação Força da União por João Pessoa esclarece que ainda não foi notificada pela Justiça Eleitoral.

A coligação reforça o respeito à Legislação Eleitoral e o compromisso com o concurso público na gestão do prefeito Luciano Cartaxo, com mais de duas mil pessoas nomeadas em áreas como educação, saúde e segurança.

A Gestão Municipal é também reconhecida pelo controle de gastos, com redução no número de cargos comissionados, cortes de gratificações, além da redução de despesas com aluguel de veículos, telefone, diárias e passagens. Os esforços foram recentemente reconhecidos pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que colocou o modelo de gestão da cidade entre os três melhores da América Latina.

Assim que for notificada, a Coligação Força da União por João Pessoa prestará, à Justiça Eleitoral, todas as informações necessárias para os esclarecimentos dos fatos. 

Comentários