Cartaxo exonera diretor do Lacen que tinha laboratório prestando serviço à prefeitura

0
47

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), exonerou Frederico Simões Cartaxo Ferreira do cargo de diretor do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). Sócio do Laboratório Carlos Chagas, ele recebeu mais de R$ 250 mil em contratos firmados com a gestão municipal, de acordo com dados do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

A exoneração de Frederico Cartaxo foi publicada no Semanário Oficial e foi retroativa ao dia 1º de setembro.

Na época da denúncia, o secretário de Saúde, Adalberto Fulgêncio afirmou iria abrir uma sindicância para investigar possíveis irregularidades no contrato entre a administração e o Laboratório do então diretor do Lacen.  Ele negou ainda grau de parentesco entre o sócio do laboratório e o chefe do executivo municipal.

 

Comentários