Deca do Atacadão toma posse no Senado e vai à igreja agradecer

0
126

O empresário José Gonzaga Sobrinho (Deca do Atacadão) tomou posse esta tarde no Senado Federal. Suplente do senador Cássio Cunha Lima, ele exercerá o mandato por quatro meses. “É uma honra, cercada de responsabilidades, representar a Paraíba, minha Cajazeiras e o povo do meu Estado na mais alta casa legislativa do País”, declarou o agora senador.

Antes mesmo de inaugurar a tribuna, ele antecipou que vai encarar a pauta do Congresso sempre com a perspectiva de desenvolvimento do setor produtivo e consequente geração de emprego.

“Estou absolutamente convencido de que, sem a modernização dos setores produtivos, o País não conseguirá dar um passo sequer em direção à melhoria de seus indicadores econômicos, nem tão pouco viabilizará a reabertura dos 13 milhões de postos de trabalho fechados ao longo dessa crise”, avaliou.

O novo senador paraibano ainda antecipou que conciliará o trabalho legislativo com gestões junto aos ministérios, onde apresentará demandas do Estado. “Sou pragmático e, para além das pautas parlamentares, quero realizar conquistas palpáveis para o desenvolvimento do Estado”, disse José Gonzaga Sobrinho.

Agradecimentos

O senador, que chega ao Senado Federal em um momento delicado – pós-impeachment e com reformas engatilhadas nas áreas do Trabalho e da Previdência Social -, se dirigiu logo após a posse para a Catedral de Brasília, agradecer pela conquista. “Sou um homem de fé, e tenho ciência de que Deus me trouxe até aqui – assim como esteve presente em todas as etapas de minha vida”.

Discurso

Em seu discurso de posse, ele relatou que conseguiu vencer as dificuldades da infância através do trabalho e pediu mais investimentos no setor produtivo para vencer a crise econômica do país.

– Eu sou o improvável que deu certo, não por milagre, mas por labor. O trabalho é o que o Brasil necessita neste instante. Temos uma economia abatida e carente. O Brasil não conseguirá dar um passo adiante sem desenvolver o seu setor produtivo – disse.

Deca afirmou que a Região Nordeste sempre deu retorno ao país quando recebeu investimentos. Ele destacou o seu estado, a Paraíba, que chamou de “coração do Nordeste”, como um ator estratégico na economia nordestina, devido a sua “vocação logística”.

O novo senador tem 59 anos, e adotou seu apelido como nome parlamentar oficial. Ele é um empresário paraibano do ramo do comércio e é dono do Grupo Rio do Peixe, uma rede de distribuidores com sede na cidade de Cajazeiras, no sertão da Paraíba. Este será o seu primeiro cargo político. Na campanha de 2010, quando se elegeu primeiro suplente, declarou um patrimônio de R$ 3,4 milhões.

Comentários