Soclista reafirma ‘golpe’ e prevê tempos difíceis para trabalhadores: ‘Vivemos um filme de terror’

0
35

Nesta quinta-feira (1º), a deputada estadual Estela Bezerra (PSB) lamentou o impeachment da presidenta Dilma Rousseff (PT) afirmando que o afastamento foi um golpe de estado. Ela ainda avaliou que os trabalhadores brasileiros no governo de Michel Temer (PMDB) terão os seus direitos tolhidos.

“Vivemos um filme de terror. Uma das primeiras coisas que vamos acompanhar nos próximos dias a desvinculação da previdência ao salário mínimo, ou seja, vamos voltar a ver pensões de benefícios abaixo do salário mínimo”, afirmou.
A parlamentar ainda uma das provar do ‘golpe’ é que o judiciário recebeu 42% em meio à recessão econômica e por isso foi conivente com o processo. Sobre a possibilidade de o governo paraibano receber retaliações por conta do apoio que Ricardo Coutinho (PSB) deu à presidenta, Estela contou que isso já está acontecendo.

“Isso já aconteceu com viaduto do Geisel, é um sinal da falta de espírito republicano e nós temos o s meios legais para fazer as deviam cobranças. Serão dois anos desse governo ilegítimo, que não foi eleito no voto e que não tem a opinião pública ao seu favor”, alfinetou.

A socialista ainda denunciou que os senadores paraibanos não auxiliam o governador por questões políticas: “eles não estão trabalhando a favor dos paraibanos. Esse é outro perigo e vamos ter que estar atentos, faz parte da política. Esperamos que o presidente tenha o mínimo de espírito público e trate a Paraíba com respeito e seus devidos direitos”, arrematou.

Comentários