Após renúncia de Jeová, Gadelha assume comando da Frente Parlamentar das Águas

0
40

Não adiantaram os apelos dos deputados estaduais paraibanos para que o deputado Jeová Campos (PSB) revisse a posição de renunciar à presidência da Frente Parlamentar das Águas da Assembleia Legislativa da Paraíba. O socialista alegou falta de interesse da bancada federal paraibana sobre o tema, o que estaria inviabilizando a atuação junto ao Governo Federal. Com isso, o deputado Renato Gadelha (PSC) assumiu o cargo.

“Jeová fez uma trabalho extraordinário e eu pedi que ele continuasse, mas ele, de forma emocional, desistiu. Eu estava funcionando na condição de vice-presidente, ele indicou o meu nome e eu aceitei. Ele também alegou que a minha base teria mais acesso ao governo Temer”, destacou Gadelha. O parlamentar afirmou que pretende solicitar a vinda do ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, à Paraíba para dizer em que tempo a obra de transposição estará concluída.

Na tribuna da Casa Epitácio Pessoa, nesta terça-feira (30), o deputado Trócolli Júnior (Pros) destacou a atuação de Jeová Campos na defesa dos interesses dos paraibanos na questão da água, especialmente dos municípios em que tem havido maior crise na distribuição do recurso. “Apelo para que o colega não desista do trabalho que começou e que vem executando tão bem. Peço uma reconsideração de vossa parte porque acredito que, após as eleições, haverá maior empenho da bancada”, avaliou.

Quem também lembrou a importância da Frente Parlamentar foi o deputado João Bosco Carneiro (PSL) que destacou a atuação do colega e lamentou não ter podido comparecer ao evento do último sábado, no qual Jeová comunicou seu desligamento da Frente Parlamentar. O comunicado foi feito pelo parlamentar na Câmara de Vereadores de Cajazeiras, onde estava acontecendo uma Audiência Pública, denominada ‘Grito das Águas’, e pegou todos de surpresa, inclusive os deputados Renato Gadelha e Janduhy Carneiro (PTN) que estavam participando do evento.

Comentários