Na véspera da campanha, deputado diz que leilões deram lugar a chantagens

0
40

Durante o período das convenções, encerradas no último dia 5, o deputado estadual Anísio Maia (PT) afirmou que os acordos políticos mais pareciam leilões, tão gritante era a ausência de debate político e de alianças programáticas. As campanhas de rua começam oficialmente na próxima terça-feira, 16, e para o deputado, os leilões deram lugar às chantagens.

“Depois dos leilões que marcaram a formação das coligações, teremos agora a vez das chantagens. Tenho andado o Estado todo, e o que me parece é que em diversos locais, agentes dos governos municipais já pressionam servidores sem estabilidade e prestadores de serviços para atuarem como militantes de suas negociatas. Ou fazem campanha ou estarão desempregados”, afirmou Anísio.

Para Anísio Maia, não é à toa que os programas de governo não são sequer citados nas campanhas: “Conheço pouquíssimas candidaturas que apresentam algum conteúdo programático e que se proponham a discutir de forma qualificada os problemas das cidades”.

O deputado que é presidente da Comissão de Administração, Serviço Público e Segurança da Assembleia Legislativa diz ainda que: “há um circulo vicioso. Para manterem o poder e realizar estas chantagens não qualificam o serviço público e um serviço público pouco qualificado sempre será assediado por este tipo de prática nefasta. Estaremos atentos e denunciando tudo isto”, concluiu Anísio.

Comentários