Hervázio se reúne com RC para decidir futuro do PMDB no governo, mas aguarda dissidências

0
28

O deputado Hervázio Bezerra (PSB) deve procurar hoje (01) o governador Ricardo Coutinho (PSB) para debater a situação dos parlamentares peemedebistas no governo após o rompimento entre as legendas anunciado pelo senador José Maranhão no último sábado. O socialista declarou que pretende “afinar o discurso” com Ricardo e, só depois, tornar público a postura adotada com os colegas de bancada. Ele revelou ainda que está aguardando o “day after” para saber se haverá alguma dissidência no PMDB.

Cauteloso, o líder do governo na Assembleia Legislativa da Paraíba preferiu não polemizar o assunto antes de se encontrar com o governador. “Não conversei com ele (Ricardo) ainda pois estou esperando para saber como as coisas vão se alinhar”, disse Hervázio. Ele ressaltou que precisa haver entrosamento entre os governistas. “Vou ver se o procuro hoje para alinhar e unificar as ações. Eu tenho que ter um discurso afinado com o dele”.

Entre os mais atingindos com o rompimento entre o PMDB e o PSB estão os deputados Olenka Maranhão e Nabor Wanderley. Olenka é primeira suplente do PMDB e iniciou o mandato na ALPB após um acordo que levou o deputado Trocolli Júnior a assumir o cargo de secretário de Articulação Política do Estado. Já o deputado estadual e pré-candidato a prefeito em Patos, Nabor Wanderley, vem defendendo a aliança com o PSB para enfrentar o adversário Dinaldo Filho (PSDB) no município.

Sobre essas questões, Hervázio Bezerra declarou que só irá conversar com ambos depois da sinalização do governador. “Temos que aguardar para saber se vai haver alguma dissidência no PMDB, se alguns vão se posicionar contra essa decisão. Só depois vou conversar com os dois”. Por enquanto, os peemedebistas estão sendo contabilizados na bancada que dá sustentação ao governo no legislativo estadual, e que conta com ampla maioria na Casa.

Comentários