Eletrobras pede R$ 7 bilhões a Governo e pode vender todas as subsidiárias até o fim de 2017

0
38

A Eletrobras vai recorrer ao Governo Federal para uma injeção de pelo menos R$ 7 bilhões nas distribuidoras de energia elétrica no País. O pedido deve ser oficializado na próxima reunião de acionistas, marcada para o dia 22 de julho, juntamente com uma proposta de venda de todas as subsidiárias até o fim de 2017.

O edital de convocação da reunião ainda propõe a devolução de concessões das seis distribuidoras da Eletrobras que ainda não assinaram a prorrogação de contratos vencidos em 2015.

Em crise, o presidente interino Michel Temer (PMDB) deve limitar o investimento a R$ 3,5 bilhões e fará vetos à Medida Provisória 706/2015, que repassa dívidas bilionárias dessas empresas para o Tesouro Nacional e para as tarifas, evitando uma sangria de caixa nos cofres públicos.

Bom pagador

Como já era esperado, quem vai acabar pagando a conta da quebra da Eletrobras será o consumidor. Dentre os vetos à MP 706, não estará o aumento nas tarifas de todo o País, visando à arrecadação de R$ 4,81 bilhões, valor relativo a dívidas das subsidiárias.. Enquanto isso, a Eletrobras deixará de pagar R$ 7 bilhões em financiamentos subsidiados.

A empresa, responsável pela gestão de fundos setoriais, teria se apropriado indevidamente desse montante entre 1998 e 2011, por meio de empréstimos para suas próprias distribuidoras que não foram pagos.

Comentários