Falso despachante é preso com R$ 82 mil e processos em GC

0
66

Um homem de 35 anos foi preso na cidade de Campina Grande suspeito de oferecer serviços de despachante sem ter credenciamento do Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB). Com ele, a Polícia Civil apreendeu R$ 82 mil, em espécie, e uma pasta contendo dezenas de processos de transferência de veículos. O suspeito já era investigado por roubo e furto.

De acordo com a Polícia Civil, a prisão do suspeito aconteceu na última sexta-feira (10), mas a informação só foi divulgada pela polícia nesta segunda-feira (13).

O delegado de Roubos e Furtos da Polícia Civil, Cristiano Santana, explicou que a atividade ilícita de falso despachante foi descoberta durante o cumprimento de mandados de prisão por outros crimes envolvendo o suspeito.

“Este homem já estava sendo investigado e, contra ele, havia dois mandados de prisão expedidos pela Justiça, envolvendo crimes de roubo e furto. Inicialmente nós fomos cumprir estes dois mandados, mas acabamos encontrando essa grande quantia em dinheiro e os processos de transferência dos veículos”, disse o delegado.

Parte do dinheiro apreendido foi encontrado dentro do carro onde o suspeito estava, um veículo Golf de cor amarela, e outra parte na casa dele. O veículo também foi apreendido e vai ser períciado, segundo a Polícia Civil.

Ainda de acordo com o delegado Cristiano Santana, a Polícia Civil está ouvindo os proprietários dos veículos que constam nos processos apreendidos com o suspeito. “Nós vamos ouvir essas pessoas para saber como o suspeito estava realizando as transferências sem ser credenciado, o quanto ele cobrava e como era o procedimento. A partir disso também vamos abrir um inquérito exclusivo para investigar se ocorreu alguma fraude envolvendo o Detran”, disse o delegado.

Comentários